quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

E-commerce nacional deve faturar R$ 3,76 bilhões no Natal

Melhor data sazonal para o varejo em geral, o período de Natal mexe com as expectativas de todos os lojistas. E, no e-commerce brasileiro que cresce mais a cada dia, não é diferente. Segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o Natal deve movimentar R$ 3,76 bilhões somente nas lojas virtuais nesse ano, representando um crescimento de 29%, em relação a 2011. A expectativa ainda é que sejam realizados 11 milhões de pedidos, com destaques para as vendas de tablets e smartphones. Os eletroeletrônicos dominam as categorias de produtos mais vendidos no varejo on-line, seguido por: saúde, beleza e medicamentos; moda e acessórios; e livros, assinaturas de revistas e jornais. “Esperamos um Natal muito positivo para o comércio eletrônico. As lojas virtuais brasileiras vêm se desenvolvendo muito e estão cada vez mais sabendo prestar um bom serviço para o cliente, tanto em preço, como em entrega”, afirma Maurício Salvador, presidente da ABComm. Para esse Natal, a ABComm ainda criou a “Cartilha do E-consumidor Brasileiro”, que vem para orientar os usuários que desejam realizar compras pela internet a cuidar da segurança, evitando problemas nas transações. Fonte: Portal Alshop/ Notícias - 5/12/2012 Imagem: Inteligência Digital/ SouBH

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Vida moderna traz percalços à qualidade de vida


Saúde é um fator importante que compromete em especial no mundo moderno a vida profissional. Pesquisa desenvolvida no final do ano passado pelo CNI-IBOPE aponta que um em cada três trabalhadores perdeu pelo menos um dia de trabalho nos últimos 12 meses por motivos relacionados à saúde e 14% deixaram de realizar suas atividades de trabalho nos últimos 30 dias por motivos relacionados à saúde. Nos últimos oito anos, o volume de recursos do Ministério da Saúde chega a margem de R$ 200 milhões ao ano, como um reflexo dos investimentos progressivos para superar o problema que vem crescendo a cada ano.

Mas, o investimento na alimentação adequada e em produtos saudáveis também são essenciais na busca por um melhor bem estar. Especialistas apontam que diversos alimentos são positivos neste caminho, inclusive aqueles considerados por muitos como gordurosos como é o caso do chocolate amargo, amendoim, azeite, vinho, abacate, sementes de linhaça e alguns tipos de margarina. Consumidos com moderação, eles são capazes de beneficiar o coração e até aumentar a longevidade.

A linhaça, por exemplo, é conhecida pelo seu alto poder antioxidante e como um fitoestrógeno natural. Desenhos encontrados em tumbas faraônicas e relatos mais antigos determinam que esta planta cultivada ao redor do mundo está presente na vida do homem até mesmo no período de 5000 anos antes de Cristo, na Mesopotâmia. Ela pode ser encontrada e consumida de várias maneiras e possui vários benefícios, pois estão presentes em sua composição proteínas, fibras alimentares, vitaminas (B1, B2, C e E), minerais (ferro, zinco, potássio, magnésio, fósforo e cálcio), ácidos graxos poliinsaturados (Ômega 3 e Ômega 6) e monoinsaturado ( Ômega 9), que lhe conferem a propriedade de alimento funcional.

“Este é um alimento funcional rico em fibras. Suas funções nutricionais como fonte de energia e de substrato para a formação de células e tecidos, ajudam a promoção do bem-estar das pessoas e previnem o aparecimento precoce de doenças degenerativas que levam a uma diminuição da longevidade”, diz Lussandra Gallindo, nutricionista da Prolev, empresa especializada em alimentos funcionais e saudáveis, que atua há mais de 16 anos no segmento, e que apostou numa linha de produtos com a semente. A Linhaça Prolev se apresenta no mercado em duas formas: Dourada em Flocos e Farinha de Linhaça Marrom. E, para ajudar no uso do produto, a marca abriu um canal com receitas específicas para a produção de pratos saborosos e saudáveis, além disso a página ainda mantém espaço de esclarecimentos à saúde e uso adequado de produtos da marca com apoio de nutricionistas.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Comunicação e mercado: é bom entender


Os meios de comunicação de massa enfrentam hoje um acelerado processo de transformação. O seu dinâmico papel de formador de opinião é um instrumento imprescindível a todas as instituições, tanto públicas quanto privadas. Por isso, hoje é importante manter estratégias de inserção no mercado de mídia jornalística, com foco na criação de uma identidade corporativa isenta de interesses mercadológicos junto ao público.

A fim de conquistar um concorrido espaço em uma sociedade globalizada, a comunicação empresarial surge como um artifício eficiente na busca por espaços para a divulgação de projetos e trabalhos que tenham a intenção de criar, modificar e melhorar a imagem de uma marca, empresa, ou organização junto a sociedade. O trabalho da assessoria de imprensa tem justamente essa função de provocar a mídia jornalística e estimular a inserção gratuita nos meios de informações e notícias sobre serviços e produtos de uma corporação, que conhecemos como comunicação espontânea.

Mas, todo e qualquer trabalho de comunicação é realizado e adquire, na medida do possível, seu objetivo a partir da elaboração de um Plano de Comunicação, que consiste no conhecimento total do cliente, suas atividades, sua importância para o Mercado, suas necessidades em comunicação e sua estrutura interna. Fica visível, então, que para a realização desse trabalho é necessário o mínimo de informações sobre o cliente e seus objetivos para que, dessa forma, a assessoria de Comunicação possa realizar um trabalho adequado aos propósitos do cliente.

Desta forma, torna-se fundamental uma constante comunicação entre cliente e assessoria, que ainda adquire o papel de consultor sobre possíveis crises de imagem junto ao público com relação a situações relacionadas à organização ou empresa. Naturalmente, o bom funcionamento esse processo dependerá deste canal de comunicação entre assessoria e assessorado, conteúdos das notícias, interesse das informações pela mídia e estratégias de impacto desenvolvidas pelo cliente e pela assessoria para atrair atenção ao assunto trabalhado em questão.

Profissionais atuantes no mercado e em diversas áreas de expertise, precisam acreditar que é necessário avaliar melhor e discutir todo este trabalho, pois este é um processo desenvolvido em conjunto com a atuação de diversas partes, para se obter a força e se criar o conceito da marca e da organização que se deseja junto ao público e opinião pública. Desta forma, é preciso conhecer antes de tudo as diferenciações no trabalho de cada um dos profissionais envolvidos neste processo, além de nós que cuidados da comunicação jornalística, que são o profissional de marketing, publicidade e design.

MARKETING

Antes de tudo o profissional de marketing é um consultor e estrategista, ele é responsável por administrar e planejar tudo o que envolve rentabilidade de uma empresa, da fabricação, do produto à venda, do desenvolvimento de serviços. Na verdade, essa atividade envolve ainda a avaliação das necessidades de mercado e identificar demandas, orientando assim os passos de uma empresa nos lançamentos de serviços e produtos, a concretização dos resultados com essas ações e o trabalho de pós-venda, que envolve o monitoramento dos pontos fortes e fracos, que devam ser melhorados. Com isso, percebe-se que a qualificação deste profissional é bem específica e ao mesmo tempo bem articulada, uma vez que é uma área de trabalho voltada para quem gosta de planejar e trabalhar com tudo o que envolve um planejamento: números, pessoas, produtos, matéria-prima, preço, vendas, propaganda, clientes, produção etc.

Sendo assim, o profissional de marketing está muito mais próximo de um administrador geral de uma empresa, do que do setor responsável pela propaganda, pelo design ou pela comunicação. Contudo, para poder estar a frente desse processo de administrar e de desenvolver planejamentos bem feitos, ele precisa entender de ponta-a-ponta todas essas áreas mais abrangentes e amplas que estão inseridas paralelamente na sua atuação no mercado de trabalho.


PUBLICIDADE

A publicidade é uma atividade profissional dedicada à difusão pública de idéias associadas a empresas, produtos ou serviços, especificamente, propaganda comercial que impacta por meio de três mecanismos específicos: a atenção, a memorização e a persuasão. A publicidade só tem valor para o negócio se criar uma identificação fácil para o consumidor sobre a marca ou instituição publicitada, criando recall e propiciando interesse no produto ou serviço da empresa ou da marca.
O primeiro ponto forte da publicidade é que ela chega a uma vasta audiência e, desta forma, pode construir o conhecimento sobre uma marca (informar), criar uma imagem de marca e uma posição da marca a longo prazo e aumentar o conhecimento sobre essa marca. Contudo, ela tem uma limitação importante, que constitui um fator negativo, que é o fato do público geral vê-la como uma ação de comunicação intrusiva, dado ao elevado número de inserções em anúncios, spots de rário, peças de mídia exterior e comerciais de Tv.

Para isso, pesquisa o perfil do público-alvo, levantando dados como idade, condição socioeconômica, escolaridade, costumes, hábitos de consumo, interesses e necessidades diretas e indiretas. Desta forma, o profissional de publicidade e propaganda atua na elaboração de estratégias e inovações na área de comunicação, visando obter melhoramentos na relação de empresas e instituições com a sociedade através de uma abordagem comunicacional focada em campanhas nos meios e ações promocionais.

Observa-se assim que o trabalho de publicidade pode ser resumido como:
- Promover informação atrativa sobre produtos e serviços;
- Criar expectativa no público quanto a produtos e serviços;
- Criar desejo pelo consumo e aquisição dos produtos e serviços.

DESIGN

É qualquer processo técnico e criativo relacionado à configuração, concepção, elaboração e especificação de marcas, artes, peças e artefatos de comunicação orientado por uma intenção ou objetivo específico. O profissional em design gráfico desenvolve idéias e mensagens, utilizando conceitos do processo técnico e criatividade.

Com isso, destacamos que os designers gráficos interpretam graficamente uma ideia ou um conjunto de informações, para desenvolver uma comunicação que junto com a publicidade e propaganda, o marketing e a comunicação jornalística possam estabelecer uma imagem conhecida pelo público e, com isso, o trabalho se torne mais um instrumento de comunicação.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Uma massa cai bem, porque não?


No Dia 25 de Outubro, comemora-se o Dia Mundial do Macarrão! E para quem preocupa-se com aquela premissa de que massa engorda e faz mal à saúde? Bom, ação estratégica da Abima - Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias Brasil afora vem mostrando aos profissionais de saúde e à imprensa de que isso é apenas mito, na verdade mito. O presidente da entidade de pastas, Cláudio Zanão, tem visitado capitais do Nordeste desde o começo desta semana para na divulgação do Consenso Científico Internacional sobre a Saudabilidade do Macarrão, um documento elaborado por 15 cientistas especializados em nutrição de 13 países, que recomenda a inclusão de carboidratos no consumo diário a fim de garantir uma refeição rica em nutrientes.

“Este trabalho começou no Nordeste, em Fortaleza e no Recife, com o objetivo de acabar com o mito e desmistificar a idéia de que a massa engorda, porque já foi provado que esse alimento é ideal como produtor de energia, como muitos outros carboidratos”, destaca Zanão. Para isso, a associação está munida deste documento que aponta que as refeições com massas alimentícias e outros alimentos de baixo índice glicêmico (influencia na saudabilidade dos alimentos) podem ajudar a controlar a glicemia e o peso corporal, especialmente em indivíduos com sobrepeso ou obesidade, uma vez que assim como a diabetes esta taxa tem crescido em todo mundo. ‘

Hoje, massas alimentícias ocupam 80% market share, enquanto pão & bolo detêm 70%, mostrando a força deste setor que fatura uma média de 6 bilhões ao ano. Os dados ainda mostram que dietas de redução a zero de carboidratos reduz a capacidade de raciocínio porque 70% do cérebro é gordura, segundo a nutriocionisra e fitoterapeuta Vanderlí Marchiori, secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva e uma das duas brasileiras a assinarem o Consenso Científico Internacional sobre a Saudabilidade do Macarrão. Esta declaração foi assinada durante o Congresso Científico (Scientific Consensus Conference on the Healthy Pasta Meal), em outubro de 2010, no Rio de Janeiro, realizado paralelamente ao IV World Pasta Congress.

Com isso, ele coloca em cena à massa como um mocinho e não vilão das dietas, ganhando, desta forma, amplo destaque na mídia nacional dentro da ação de divulgação da Abima, que, inicialmente, envolve as palestras técnicas de esclarecimento à jornalistas e profissionais de saúde, incluindo nutricionistas. E nessas duas primeiras apresentações no Nordeste, não só foram mostrados dados reveladores sobre as tendências de consumo alimentar do Brasil, como ainda o comportamento atual do consumidor e o posicionamento do Mercado de Massas, pelo diretor comercial da Vitarella, Massud Junior, empresa pernambucana associada à entidade e que é recall de marcas há 10 anos neste segmento.

Essa primeira etapa de esclarecimento, com palestras e ações de relacionamento, segue até agosto quando serão realizados encontros ainda no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. Mas, em 2012, vão ampliar a iniciativa com campanha publicitária institucional que envolverá mídia televisiva, exterior, ações em pontos de venda e spots de rádio. “O conceito da campanha será ainda o de esclarecimento aos consumidores e de quebra do mito do mal das massas na alimentação, da mesma forma o mito do glúten impacta no consumo direto de pães, por exemplo”, comenta Cláudio Zanão. De acordo com o presidente, a investida não tem nenhuma motivação comercial a pequeno ou médio prazo, mas admite que o mito impacte diretamente no comércio desse produto. E isso pode vir a muda em 5 a 10 anos com uma campanha adequada, como a que a Abima pretende desenvolver, uma vez que a expectativa é antes de tudo mudar a mentalidade do consumidor com relação às massas.



Consenso Científico:

1. Pesquisas científicas apóiam cada vez mais a importância da dieta como um todo ao invés de alimentos ou nutrientes individualmente considerados.
2. As refeições saudáveis com massas alimentícias são um componente chave de muitos padrões alimentares saudáveis em todo o mundo, como a Dieta Mediterrânea, já comprovada cientificamente. Os padrões alimentares tradicionais conferem mais benefícios para a saúde do que os atuais padrões ocidentais.
3. Muitos ensaios clínicos confirmam que é o excesso de calorias, e não de carboidratos, o responsável pela obesidade. As dietas com sucesso em promover a redução de peso baseiam-se em proporções variáveis, adequadas e saudáveis de carboidratos, gorduras e proteínas. Todos estes três macronutrientes em equilíbrio são essenciais para uma dieta individualizada e que pode ser seguida ao longo da vida.
4. Num momento em que a obesidade e diabetes aumentam em todo o mundo, as refeições com massas alimentícias e outros alimentos de baixo índice glicêmico podem ajudar a controlar a glicemia e o peso corporal, especialmente em indivíduos com sobrepeso ou obesidade. O índice glicêmico é um dos vários fatores que influenciam a saudabilidade dos alimentos.
5. As massas alimentícias constituem uma alternativa saudável e econômica em quase todas as sociedades. Promover a acessibilidade e o baixo custo das massas alimentícias pode ajudar a combater o preconceito de que alimentos saudáveis são demasiadamente caros.
6. As refeições saudáveis com massas alimentícias são uma deliciosa maneira de se incluir ou aumentar o consumo de vegetais, leguminosas e outros alimentos considerados saudáveis e que não são consumidos em quantidades e ou frequência suficiente.
7. As refeições saudáveis com massas alimentícias são apreciadas em várias culturas no mundo inteiro, uma vez que são versáteis e facilmente adaptáveis a ingredientes locais ou sazonais.
8. Médicos, nutricionistas e outros profissionais de saúde devem recomendar refeições saudáveis com massas alimentícias que sejam variadas e balanceadas.

video

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Ação estratégica em prol da saúde


Aproveitando a força das mídias sociais, a pernambucana Prolev promove sorteio de kits de produtos da marca de alimentos funcionais até o dia 07 de julho no Facebook, que já anda causando certo buzz no Twitter. A estratégia da empresa, comandada pelos empresários Fernando Remígio e Ronei Oliveira, dará aos três vencedores conjunto de 12 itens do seus mix. Mas, só valerá para aqueles que curtirem a fanpage Prolev Alimentos Funcionais com depoimentos que tratem de saúde. Ganharão, naturalmente, aqueles com os melhores comentários e maior número de amigos agregados que curtirem o perfil.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Informática para Terceira Idade possibilita inclusão




As possibilidades das novas tecnologias são foco de curso de Informática para a Boa Idade promovida pela DH2 Assessoria Educacional, voltado ao público desta faixa de idade com o objetivo de ensinar com as oportunidades e facilidades propiciadas pelos computadores. Ministrado por professores qualificados, a iniciativa integrará turma com até 28 alunos, para uma carga horária de 12 horas, deste de 02 a 23 de julho próximo.

No programa os alunos serão apresentados a conceitos introdutórios sobre computação como sua estrutura básica, hardware, periféricos, dispositivos de entrada e de saída de dado, software, sistemas operacionais, tipos e funcionamentos de programas até sua apresentação ao universo da world Wide Web (ou Rede de alcance mundial, em bom português). Dentro do universo da web, eles serão apresentados a forma adequada de navegar, fazer pesquisas, usar correios eletrônicos e criar comunidades na rede, além de desenvolver comunicação em tempo real e usar meios como o MSN Messenger.

As aulas acontecem sempre aos sábados, pela manhã, das 9h às 12h. As inscrições vão até o dia 02 de julho e custam R$ 150,00, com apostila inclusa, e parcelamento de até 2x nos cartões Hiper, Master e Visa. Informações: (81) 3427.1099 / 3241.2414/ 3052.2608 ou no site www.dh2assessoria.com.br. E as inscrições podem ser realizadas pela página ou diretamente na sede da DH2, na Rua Djalma Farias, 250, Torreão (Por trás da Unicordis da Av. Agamenon Magalhães).

Sobre a DH2 Assessoria Educacional e Treinamento - é uma organização que atua em parceria com universidades e outras instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais. Em virtude das suas ações em prol da educação e do treinamento profissional, já conquistou diversos títulos e reconhecimentos nacionais e internacionais como a Láurea de Empreendedores da América Latina 2011 do Instituto Cultural da Fraternidade Universal, Empresa Brasileira do Ano em Educação 2011 - Brazil Quality Summit, pela Latin American Quality Institute, Top of Quality, Top of Business 2010, Destaque Empresarial – 50 anos Brasília, Latin American Grand Awards e Marketing e Negócios, pela Assmercosul.

Em cooperação com universidades européias, a DH2 Assessoria Educacional e Treinamento promove no Brasil, os Ciclos de Seminários Preparatórios para o Acesso a Mestrados e Doutorados da Universidade da Madeira, cujo objetivo é o de conferir aos participantes, através de criteriosa seleção e programação, a preparação necessária à realização de trabalho científico independente e à melhor adequação aos níveis de exigência para a obtenção dos Graus de Mestre e de Doutor.

Atualmente, a instituição mantém parcerias fortes no Brasil com a Fatene - Faculdade de Tecnologia e Aperfeiçoamento Humano, Faculdade Vale do Jaguaribe - FVJ (CE), Conselho Regional de Administração de Recife - CRA, Faculdade Santa Helena (PE), SINPRO - PE (Sindicato dos Professores de Pernambuco), Portal Administradores.com, LBV, FIEPE - Federação das Indústrias do Estado de PE, Conselho Regional de Economia do Ceará - CORECON/CE, Gazeta de PE, Edições Paulinas, Conselho Regional de Economia de Pernambuco - CORECON/PE, Câmara Brasil Portugal do Ceará, ADVB-PE, Convention Bureau, entre muitos outros.


SERVIÇO:
Curso de Informática para a Boa Idade
Quando: Deste sábado (02) até dia 23 de Julho próximo
Valor: R$ 150,00
Onde: DH2 Assessoria Educacional
Inscrições: DH2 Assessoria Educacional - Rua Djalma Farias, 250, Torreão (Por trás da Unicordis da Av. Agamenon Magalhães) ou no site www.dh2assessoria.com.br.
Informações: (81) 3427.1099 / 3241.2414/ 3052.2608 ou no site www.dh2assessoria.com.br.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Bolsas para Trabalho de Conclusão de Curso


Um dos períodos de maior desafio para os estudantes de graduação é aquele em que devem construir seus Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC). As monografias finais constituem-se em um importante elemento na formação profissional e intelectual. Entendendo a relevância dessa etapa, a ANDI – Comunicação e Direitos (www.informacao.andi.org.br), por meio do Programa InFormação, e o Instituto Alana, através do Projeto Criança e Consumo, oferecem bolsas a alunos que pretendam elaborar seus TCC focados na relação entre Criança, Consumo e Mídia. Realizado desde 2007, o programa de bolsas seleciona trabalhos relacionados à Comunicação e à agenda social brasileira.

AS BOLSAS - Serão concedidas 07 (sete) bolsas de R$ 390,00/mensais (trezentos e noventa reais por mês), durante 6 (seis) meses, para os(as) estudantes universitários(as) que se comprometerem a realizar seus TCC com foco na:
i. Interface geral entre "Criança, Consumo e Mídia" (3 bolsas);
ii. Temática especial "Publicidade de alimentos e interfaces com a obesidade infantil" (2 bolsas);
iii. Temática especial "Desafios para a autorregulamentação da publicidade"(2 bolsas).

QUEM PODE PARTICIPAR - Podem concorrer às bolsas estudantes de graduação de quaisquer Instituições de Ensino Superior brasileiras [o Programa não está restrito a estudantes de Jornalismo ou Comunicação].* PROJETOS Para concorrer a uma das bolsas ofertadas, o candidato deve preparar, com o auxílio de um professor orientador, um projeto de TCC de acordo com os parâmetros definidos no Edital (acesse o Edital aqui).

Serão escolhidos trabalhos que venham a ser produzidos e defendidos até 31/01/2012.INSCRIÇÕES As inscrições para o Programa de Bolsas para TCC ocorrerão de 20/05 a 20/07 de 2011. É necessário realizar uma pré-inscrição *online*, no sítio do Programa InFormação (*www.informacao.andi.org.br*). Posteriormente, deve-se enviar à Coordenação de Relações Acadêmicas da ANDI, até o dia 25/07 de 2011 (valendo a data de postagem), o projeto conforme as regras definidas no Edital do concurso.

RESULTADOS - Os contemplados serão conhecidos até o dia 15/08 de 2011, podendo ser antecipado o resultado.

DIVULGAÇÃO - Nesta edição do programa, os(as) bolsistas e orientadores(as) também irão produzir artigos acadêmicos que permitirão divulgação mais ampla dos conhecimentos produzidos. Os textos serão disponibilizados para *download* e poderão integrar coletâneas como "Infância e consumo: estudos no campo da comunicação I " (baixe aqui)e o "Infância e consumo: estudos no campo da comunicação II" (baixe aqui).

CONHEÇA O EDITAL - Acesse o Edital de Premiação completo na página eletrônica do Programa InFormação, na seção “Bolsas para Trabalhos de Conclusão de Curso”.